sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Olhamos o mesmo céu

Você não me vê, você não me sente, mas de alguma forma sei que nota minha presença e assim te faço um pedido, não desista de você, não é necessário deixar a dor te controlar você pode aprender a  domina-la, há uma chama dentro de você, um amor que pulsa, não digo aquele amor de uma paixão, ou aquele amor de família de amigos, falo sobre aquele amor que habita dentro de você que te dá vida, sim ele existe por mais que as vezes não o sinta, sei que esse caminho não vai ser fácil, conviver com a dor não é fácil vai ter momentos que vai querer sumir, vai querer que o mundo acabe, mas tenha força você pode vencer todos os dias, os dias sombrios são apenas obstáculos, se pensar em desistir olha para o céu e veja esse universo, olha essa infinidade, olha o brilho dessas estrelas que muitas mesmo mortas ainda resistem ao tempo e lembre-se olhamos para o mesmo céu independente da onde estejamos e por mais que vivamos vidas diferentes e tenhamos vontades diferentes, olhamos o mesmo céu.