terça-feira, 5 de março de 2013

Laços de amor são necessários.

De repente o amor fugiu e estou em meio a dor, sinto como se tivesse um  punhal no coração e não sei como arrancá-lo, sinto uma angústia, ouço um tilintar de cacos batendo dentro de minha mente, meus passos  hoje são em vão. 
Como fugir dessa sensação que me prende? 
Como fugir de algo que esta me dominando?
Como trazer o amor de volta?
 Meu coração chora, por saber dos meus pensamentos infames, enquanto isso meu pensamento sorri para a dor, é uma estranha sensação de contentamento com o desagradável. Meu coração luta sem parar contra essa tal  enfermidade que me afeta, ele sabe que preciso dele para me recompor, sabe que se desistir eu vou para o fundo do poço, então ele luta com todas as armas disponíveis, tais são a paz e amor, ele sabe que com o tempo eu vou entender os motivos da vida, e vou buscá-lo, então fica firme em sua decisão de me mostrar o amor a vida e a paz que isso traz, então aos poucos ele vai dominando os meus medos e as minhas angústias, ele me sorri, e mostra que estou pronta para amar, amar a vida incondicionalmente, com seus altos e baixos, com os meus erros, com os meus acertos, pois a vida é um belo e único espetáculo e tem que ser vivido com tal intensidade. Enfim compreendo que se o amor fugiu um dia foi porque deixei de deseja-lo, e a partir de agora não o deixarei nunca mais partir.

14 comentários:

  1. Muito bom querida!...ta arrebentando...

    ResponderExcluir
  2. Lindo demais!!!! *-*
    beijoooooos flor

    amandocasandoedecorando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Iara!

      Obrigada, seja sempre bem vinda!

      Beijos

      Excluir
  3. Es mejor haber amado y haber perdido que jamás haber amado.
    El amor es como el fuego; suelen ver antes el humo los que están fuera, que las llamas los que están dentro.
    Precioso Post.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é melhor ter e perdido do que nunca ter amado!
      O amor pela vida é essencial para conseguimos conquistar o amor afetivo.

      Abraços

      Excluir
  4. Quando um amor se vai, Mayara, sabemos que a dor é muito grande. Mas, não há sofrimento que dure para sempre. Lindo texto, um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Shirley!
      Realmente quando um amor se vai dói muito, mas igual você mesmo disse em outras palavras não a males que durem para sempre, é só termos paciência o tempo se encaminha de amenizar e cicatrizar as feridas.

      beijoos

      Excluir
  5. ¡¡¡Hola Mayara!!!
    Me preguntas donde va a ser la Presentación del Libro; si te digo la verdad, el lugar exacto no lo sé.
    En cualquier caso te paso el blog de Martha para ver si puedes informarte mejor.
    http://ternuraantiga.blogspot.com.es/
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, olhei o blog da Martha, obrigada :)

      Excluir
  6. Que linda forma de pensar!

    Beijos e boa noite.

    ResponderExcluir