sábado, 12 de janeiro de 2013

Sensação estranha.

Queria por alguns instantes sair do meu corpo e ver que tudo esta normal, porém isso não é possível, e também não estou normal, sinto como se meu corpo não obedecesse minha mente, ele padece, porém, minha mente tenta, argumenta, mas o corpo ainda vence, parece que as forças são tomadas e vão enfraquecendo a mente, meus sonhos estão ali tentando sair, assim como a minha vontade, meu corpo fica ali lutando a todo instante para que continuem intactos e ele continue na liderança, porém minha mente nunca deixa de lutar. Não julgue as pessoas pelo que não sabe, pelo que pensa saber, conheça e veja de verdade para depois ajudar e não julgar, somos capazes de vencer  nossas angústias, somos capazes de construir castelos, palácios, somos capazes de vencer qualquer medo, porém, quanto mais amor recebemos mais isso nos ajuda, e como um degrau que subimos rumo a viver.

13 comentários:

  1. Oi, May, boa noite!!
    Seu texto parece ser a junção de dois textos diferentes. A primeira parte, tratando de uma luta entre corpo e mente, com a necessidade de a mente não deixar o corpo vencer. Ou seja, a necessidade de não deixar o sentimento fazê-la errar. O segundo texto, alertando para que alguém não julgue o que não conhece...
    Então, talvez alguém muito específico saiba exatamente a que se refere essa aparente dicotomia. Enquanto isso, nós, pobres mortais, achamos os dois textos lindos.
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lello!
      Então na verdade no fim eu tento juntar os dois textos, digamos que vivemos sempre em conflito com nós mesmo, e as pessoas gostam muito de julgar uns aos outros, então aconselho a que a ajudem e não julguem, talvez dai algumas coisas seriam diferentes.
      beijoo

      Excluir
  2. Gostei da afirmação: "ajudar e não julgar". Parabéns. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daniel!
      Obrigada foi justamente a parte do texto que eu quis que chamasse mais a atenção!

      beijoo

      Excluir
  3. lindo amiga...
    Line B.

    ResponderExcluir
  4. Oi, May,bom dia outra vez!!
    Como já lhe disse, estou indo para uma missão fora do país e, por causa das atividades e dificuldades características, passarei um bom tempo sem poder acompanhar e comentar em seu blog, o que é uma pena.
    Também deixarei de escrever no meu.
    Amei ter estado aqui. Esse é um de meus blogs preferidos.
    Não sei como minha vida se desenvolverá, a partir dessa viagem, por isso, esse até logo pode durar um pouco mais.
    Peço perdão por alguma inconveniência, algo mal escrito ou mal entendido.
    Continue sempre escrevendo, você tem um talento maravilhoso, e muitas pessoas amam o que você faz!
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos
    Lello Bandeira
    lello-bandeira@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lello sentirei muita saudade, pode ter certeza!
      Espero que tudo de certo e vai dar certo, que sua viagem seja uma ótima experiência, tudo de bom lá. E volte logo.
      Beijooo

      Excluir
  5. Achei muito massa seu blog.. gostei tbm da parte "ajudar e não julgar"....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vinicius!
      Seja sempre bem vindo ao meu cantinho, fico feliz por ter gostado, pois em cada texto em cada detalhe do blog tento passar sentimentos.

      beijoo

      Excluir