quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Uma doce despedida!

Quando seus olhos olharam novamente nos meus, foi como se algo me tocasse, eu contei os segundos devagar, aliviei meu coração e segui em sua direção, tentando não demonstrar o quanto aquele momento era importante para mim, passaram-se cenas e mais cenas de nossa história sem fim, era como se eu tivesse tudo naquele momento, mas ao mesmo tempo não tinha nada, pois você tornou-se intocável para mim, mas eu precisava te ver, te olhar, te escutar, mas esse sentimento começou a doer e me corroer, queria correr até seus braços e me aconchegar novamente, queria sentir o seu doce beijo, mas o que me restava era me contentar com sua presença ali naquele momento, enfim nos aproximamos, você disse palavras doces, mas duras também, você me deu a liberdade de não te sentir mais, mas meu coração não queria isso, mas as palavras não conseguiram sair, e eu disse apenas está tudo bem, temos que viver, isso me machucou, mas tive que ser forte e parecer normal, então depois veio aquele longo abraço de despedida e você me disse adeus, mas eu te disse até logo.

domingo, 25 de novembro de 2012

Mundo novo..!

Ouvi falar de um mundo novo, cheio de paz, de amor, de felicidade, ouvi falar que nesse mundo há flores lindas, há doces canções e inspirações, queria poder ir lá por apenas alguns instantes e poder me deliciar com esses encantos, talvez nesse lugar eu esquecesse os problemas, e a futilidade.Queria sentar embaixo de uma árvore e ouvir os pássaros cantarem, e assim viajar em meus pensamentos, talvez eu possa trazer um pouco desse mundo para o meu mundo e transformar um pouco dele nessa realidade, talvez esse mundo novo dependa das minhas vontades, do meu bem querer, então tudo que ouvi falar pode se tornar real, depende de mim, posso pegar pegar carona nessas asas de felicidade e percorrer doces e longos caminhos, posso transbordar em meus dias alegria, posso fazer da minha vida uma inspiração.

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Cresça e voe!

Hoje não sou mais a bonequinha do papai, nem o neném da mamãe, enfim, cresci, e quando a gente cresce as responsabilidades aumentam, você tem que tomar decisões, ser forte, enfim o tempo começa a tomar seu tempo, com a correria do dia a dia as vezes você esquece de lembrar das pessoas que mais lhe amam, e o tempo vai passando e levando e guardando com ele o passado, a infância, a adolescência, a inocência, pois é, você se tornou adulto e nem percebeu, hoje precisa tomar seu rumo na vida, criar o seu castelo e deixar o fortaleza da mamãe, não vai ser fácil, mas a vida vai lhe ensinar os caminhos, talvez nesses caminhos você chore as vezes, você olhe para trás e grite "quero voltar", mas o seu caminho é em frente, então lute por seus sonhos, mesmo que pareçam irreais para alguns, creia você pode transformar o seu mundo, no melhor mundo, pois somos nós que trazemos alegria para nossas vidas, então cultive o que há de melhor em você e nas pessoas ao seu redor e faça da sua vida um lindo espetáculo, cresça e voe.

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Viva o amor!


Vivemos dias de dor, dias amor, a vida é inconstante, assim como as pessoas, e é por isso que vivemos dias assim, talvez esperamos demais das pessoas e da vida, na verdade devemos fazer o bem e não pedir em troca, apenas fazer a nossa parte, pois assim o nosso coração se sentira livre e em paz, pois se formos maus e rudes com as pessoas também receberemos isso em troca, então porque deixar o amor e a tranquilidade de lado? Devemos cultivar a alegria, o bem estar, a solidariedade, a compaixão e o amor, pois uma vida com amor tem mais alegria, mais vida, então para que deixar pra ser feliz amanhã se você pode ser feliz hoje? Então espalhe sorrisos, amor, dedicação, compaixão, enfim espalhe vida!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

"Cão"

Eu podia ter tido um dia péssimo, mas para ele era como se tudo estivesse normal, quando eu chegava em casa, ele vinha correndo com aquele jeito carinhoso e brincalhão, e por muitas vezes não lhe dei atenção. Certo dia fui comprar um jornal na banca quase em frente de casa, resolvi levá-lo, ah aquele dia fiquei muito nervosa parecia que não me obedecia, queria correr para os lados, ficava perambulando ao meu redor, ah aqueles segundos para um dia corrido foram a gota d'guá, voltei para casa e era como se ele não existisse, ficava me olhando, fazendo charme, mas eu não dava o "braço a torcer", porém, todo final de noite mesmo eu nem tendo notado a sua presença ele vinha todo carinhoso na hora de dormir e deitava nos meus pés, e todos as manhãs ele era o primeiro a acordar, me dava uma lambida de bom dia, ah como eram doces os dias e eu nem percebia, sinto muito por te-lo tratado muitas vezes como nada, sinto uma angústia tão grande, fui culpada por não ter lhe dado todo o amor que merecia, fui culpada pelo tempo te levar e eu nem perceber, fui culpada, pois no dia que partiu eu nem ao menos estava do seu lado, lembro-me como se fosse ontem, você me acordou como todos os dias com uma bela lambida, parecia meio cansado, mas eu não tinha tempo para reparar nisso, fui para meu dia corrido, quando voltei para casa estava cansada demais para lhe dar atenção, você veio ao meu encontro meio deprimido e eu não reparei, na hora de dormir como sempre deitou em meus pés, eu nem sequer reparei que você estava se despedindo de mim, no dia seguinte você já não mais acordou, aquilo doeu tanto, era como se uma metade de mim tivesse partido, ninguém nunca preencherá esse vazio que deixou em mim.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

"Meu Blog é Neutro em carbono"

           gestoverde 
Acredito que mudar as atitudes é uma questão de ponto de vista e princípios, acho que todo mundo é capaz de mudar e evoluir, pois a cada dia vivenciamos inúmeras lutas, batalhas, sonhos, desejos, eu sei que sou capaz, e sei também que todos somos capazes, um gesto pode fazer sim diferença, imagina então milhões de pessoas lutando pela mesma causa, isso sim faz mais diferença ainda, eu apoio a campanha meu blog é Neutro em CO2! 


quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Um profundo desabafo!

Posso parecer forte aos olhos das pessoas, mas ninguém sabe o que se passa em minha mente e em meu coração, todos os dias peço para que essa inconstância passe, mas todos os dias percebo que ela ainda esta aqui, é uma mistura de sensações boas com ruins. Há momentos em que me pego chorando e já não sei mais quais são os motivos, assim também há momentos em que me pego sorrindo e também não sei o porque, tento compreender o que se passa em minha mente, mas parece que tudo fica mais confuso, então tento não me apegar a essa tal angústia, tento rir, brincar, ser normal, mas há alguns momentos em que tudo parece não ter sentido, e eu tenho vontade de ficar sozinha, não por não amar as pessoas ao meu redor, mas porque na minha cabeça é como se eu precisasse estar só para entender meus pensamentos, queria então percorrer longos caminhos desconhecidos e conhecer pessoas novas. Talvez  minha mente crie um mundo irrealista, que não consigo compreender, ou talvez ainda necessite de tempo para aprender a lidar com essa inconstância, não sei o que tanto procuro, mas sei o que estou buscando hoje.


sábado, 3 de novembro de 2012

Ahh "douce Novembre" Seja Bem Vindo!


Ahhh doce novembro seja muito bem vindo, que suas tardes sejam mais longas, que seus dias sejam mais encantadores, que suas noites sejam mais apreciadas, que você nos traga mais alegrias e sonhos; Ahhhh douce novembre estou ansiosa para viver os seus dias!!!