quarta-feira, 14 de novembro de 2012

"Cão"

Eu podia ter tido um dia péssimo, mas para ele era como se tudo estivesse normal, quando eu chegava em casa, ele vinha correndo com aquele jeito carinhoso e brincalhão, e por muitas vezes não lhe dei atenção. Certo dia fui comprar um jornal na banca quase em frente de casa, resolvi levá-lo, ah aquele dia fiquei muito nervosa parecia que não me obedecia, queria correr para os lados, ficava perambulando ao meu redor, ah aqueles segundos para um dia corrido foram a gota d'guá, voltei para casa e era como se ele não existisse, ficava me olhando, fazendo charme, mas eu não dava o "braço a torcer", porém, todo final de noite mesmo eu nem tendo notado a sua presença ele vinha todo carinhoso na hora de dormir e deitava nos meus pés, e todos as manhãs ele era o primeiro a acordar, me dava uma lambida de bom dia, ah como eram doces os dias e eu nem percebia, sinto muito por te-lo tratado muitas vezes como nada, sinto uma angústia tão grande, fui culpada por não ter lhe dado todo o amor que merecia, fui culpada pelo tempo te levar e eu nem perceber, fui culpada, pois no dia que partiu eu nem ao menos estava do seu lado, lembro-me como se fosse ontem, você me acordou como todos os dias com uma bela lambida, parecia meio cansado, mas eu não tinha tempo para reparar nisso, fui para meu dia corrido, quando voltei para casa estava cansada demais para lhe dar atenção, você veio ao meu encontro meio deprimido e eu não reparei, na hora de dormir como sempre deitou em meus pés, eu nem sequer reparei que você estava se despedindo de mim, no dia seguinte você já não mais acordou, aquilo doeu tanto, era como se uma metade de mim tivesse partido, ninguém nunca preencherá esse vazio que deixou em mim.

6 comentários:

  1. ¡Que entrañable y Tierno Texto!
    Me has emocionado y es que ellos siempre quieren que estemos Felices y llenos de positivismo.
    Muy buena Entrada.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá meu caro amigo, sempre devemos tratar os animais com respeito e amor, e é assim que faço. Fiz esta crônica com carinho e dor, até chorei escrevendo estas palavras, acho que muitas pessoas deixam de demonstrar seu afeto e amor, é depois sentem-se culpadas.
      Um abraço

      Excluir
  2. Oi querida, lindo post e também muito triste !!!
    Eu amo muito os animais e sempre dou muito carinho e amor...
    beijossss

    ResponderExcluir
  3. Mayara, quase chorei...Também tenho um cão que me adora e eu a ele. Amo todos os animais... Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei meio triste com meu texto, mas há pessoas que agem dessa forma descrita no texto!
      Dedique-se sempre a amar, e sua vida será sempre bem melhor!

      beijo :)

      Excluir