quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O tempo nos torna distantes!

E de repente você parece tão distante, aqueles velhos sonhos parecem que não existiram, seu nome parece soar estranho, já não é mais como antes, o tempo nos fez distantes, assim como as lembranças estão se tornando, é estranha a sensação de não te conhecer mais, é estranha essa sensação de tempo, de momentos tão distantes, como é duro entender que o tempo passou e nos levou juntos, por caminhos diferentes, ambos seguindo suas vidas de maneiras também diferentes, pois nossos sonhos individuais sempre foram meio tortos, hoje vejo que o tempo não pode apagar as lembranças, mas às deixa guardadas e distantes demais, a vida nos mostra que o tempo é necessário e realmente trás mudanças; Nossa vida que um dia foi unida hoje corre por caminhos paralelos, talvez um dia se encontrem, ou talvez não, isso depende dos planos que ela tem para nós, hoje sei o tempo pode ser o pior inimigo, mas também é nosso amigo, depende da maneira que o vê e do momento que se passa, hoje guardo as lembranças que serão sempre minhas.


10 comentários:

  1. Es cierto, la constancia en el Tiempo, aunque parezca contradictorio, nos puede separar más que unir.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hola! Buenas noches!
      Sí, es cierto que el clima puede pasar a la gente, pero depende de lo que cada uno quiere.
      Gracias por visitarnos, siempre es bienvenido!

      un abrazo :)

      Excluir
  2. Olá Mayara, minha linda vim retribuir sua visita em meu blog, dizer que é sempre bem vinda e que fiquei feliz por vc ter gostado do meu cantinho, estou te seguindo também e adorando suas postagens, beijos em teu coração com carinho da Thy... mamãe do anjo Malu!
    www.anjomalu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thyara boa noite!
      Obrigada pelo carinho e pela visita... amei o seu cantinho sempre estarei por lá;
      Seja sempre bem vinda!!!

      beijoo :)

      Excluir
  3. Oi, May, bom dia!!
    As duas grandes verdades desse lindo texto são inescapáveis: 1. Sentimo-nos estranhos demais com aquilo que os olhos veem, os ouvidos percebem, mas o coração não entendeu nem aceitou! 2. O tempo é "bondoso" ou "malvado", em estrita dependência de se colocamos em suas mãos a arma com que irá nos ferir, ou o bálsamo que irá nos curar.
    Um beijo carinhoso
    Doces sonhos, loirinha!
    Lello

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lello!
      Realmente são duas coisas muito importantes, Ahh o coração esse demora as vezes para entender certas coisas, e como disse as vezes o tempo nos fere, mas as vezes alivia. Como digo as vezes nenhuma dor é tão forte que não consigamos suportar.

      beijoo :)

      Excluir
  4. "MULHER"

    Um aroma suave
    exalou das mãos do Criador,
    quando seus olhos contemplaram
    a solidão do homem no Jardim!
    Foi assim:
    o Senhor desenhou
    o ser gracioso, meigo e forte,
    que Sua imaginação perfeita produziu.
    Um novo milagre:
    fez-se carne,
    fez-se bela,
    fez-se amor,
    fez-se na verdade como Ele quer!
    O homem colheu a flor,
    beijou-a, com ternura,
    chamando-a, simplesmente,
    Mulher!
    Convido-a a fazer parte do meu blog....Quero dizer agora seu.. Levando em conta que ja esta em meus favoritos desde ja ...E confesso amei seu cantinho....um bj carinhoso em seu mais puro coração....
    uanderesuascronicas.com/


    ResponderExcluir
  5. No seu blog está este meu texto. Faltou o nome da autora.

    MULHER


    Um aroma suave
    exalou das mãos do Criador,
    quando seus olhos contemplaram
    a solidão do homem no Jardim!

    Foi assim:
    o Senhor desenhou
    o ser gracioso, meigo e forte,
    que Sua imaginação perfeita produziu.
    Um novo milagre:
    fez-se carne,
    fez-se bela,
    fez-se amor,
    fez-se na verdade como Ele quer!
    O homem colheu a flor,
    beijou-a, com ternura,
    chamando-a, simplesmente,
    Mulher!

    Ivone Boechat
    Publicado no meu livro AMANHECER 3ª.Ed RJ 2004

    ResponderExcluir
  6. Mulher

    Ivone Boechat (autora)

    Um aroma suave
    exalou das mãos do Criador,
    quando seus olhos contemplaram
    a solidão do homem no Jardim!
    Foi assim:
    o Senhor desenhou
    o ser gracioso, meigo e forte,
    que Sua imaginação perfeita produziu.
    Um novo milagre:
    fez-se carne,
    fez-se bela,
    fez-se amor,
    fez-se na verdade como Ele quer!
    O homem colheu a flor,
    beijou-a, com ternura,
    chamando-a, simplesmente,
    Mulher!

    Publicado no livro Amanhecer 3ª Ed Reproarte RJ 2004

    http://www.escrita.com.br/escrita/leitura.asp?Texto_ID=821

    ResponderExcluir