quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Ainda te sinto em mim!

Em uma bela tarde de verão eu estava sentada na areia da praia, sentindo o vento batendo em meu rosto, meus pensamentos se misturavam , você vinha em minha mente o tempo todo, sei que aqueles velhos sonhos, aqueles velhos planos jamais irão acontecer, meu coração parece saltar pela boca, queria poder arrancar esse sentimento, mas não é possível, em todos os olhos eu vejo você, em todos os abraços eu sinto você, esse amor é como uma chama que me aquece e me queima, nunca mais vou poder te ver dormir em meu colo, nunca mais vou poder sentir seus doces beijos, nem o tempo vai fazer com que eu possa te encontrar. Hoje o que me resta é te procurar em meus sonhos, e acalentar as lembranças, você sempre será a pessoa que mudou a minha maneira de ver a vida.

2 comentários:

  1. Oi, May, boa noite!!
    As pessoas que já sofreram, que já viveram a dor de uma perda significativa sempre nos dizem que o tempo muda esse sentimento, essa dor, essa presença-ausência tão angustiante. Não queremos ouvi-las, não queremos saber como é, não queremos mudar. Queremos apenas amar, mesmo que amar seja sofrer; queremos apenas sonhar, ainda somente o sonho nos reste.
    Sim, a perda de um amor transforma nosso modo de ver a vida, e não temos outra coisa a fazer senão esperar e ver se essas pessoas têm razão ou não...
    Um beijo carinhoso
    Doces onhos
    Lello

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lello!

      Boa tarde, acho que toda dor, por mais insuportável que seja um dia passa, e permanece ali na nossa lembrança como uma saudade boa.

      beijoo :)

      Excluir